Burguer King ficará com bilionários brasileiros

O Burger King deve ficar mesmo na mão de três bilionários brasileiros. A rede americana de fast-food tinha até o dia 12 de outubro para encontrar possíveis interessados em comprar a sua marca e ainda cobrir a oferta de R$ 5,41 bilhões (US$ 3,26 bilhões), pelos valores do dólar desta quarta-feira) feita pela empresa de investimentos 3G Capital.
O 3G Capital é controlado pelos brasileiros Marcel Telles, Jorge Paulo Lemann e Carlos Alberto Sicupira, fundadores da AmBev. A cervejaria faz parte do grupo internacional AB-InBev, a maior cervejaria do mundo.
O Burger King afirmou nesta quarta-feira (13) que não recebeu nenhuma oferta superior à apresentada pela empresa de investimentos 3G Capital. Por isso, a empresa recomendou a seus investidores que aceitassem a proposta dos brasileiros.
O prazo para concretizar a oferta e dar prosseguimento ao negócio termina nesta quinta-feira (14).
O acordo com a 3G ocorreu enquanto a companhia lutava para se firmar e diminuir a distância em relação ao líder do setor, o McDonalds.
Se for concretizado, esse seria o segundo grande negócio envolvendo empresas americanas que passariam ao controle de brasileiros. O primeiro foi a venda da Anheuser-Busch para a InBev, em 2008. A InBev é comandada pelo brasileiro Carlos Brito. A americana, por sua vez, é conhecida por fabricar a cerveja-ícone dos americanos: a Budweiser.
Em um comunicado divulgado no site do Burger King em setembro, o sócio da 3G Alexandre Behring disse que a marca de fast-food tem uma "sólida rede de franqueados, uma marca simbólica e uma grande oferta de produtos".
- Isso faz da operação uma perfeita combinação para a 3G, que tem um longo registro de investimentos em marcas globais de consumo e de empresas de varejo.
Em julho de 2005, o Burger King abriu seu primeiro restaurante de rua na cidade de São Paulo, entre as avenidas Santo Amaro e Hélio Pellegrino, na zona sul, mas a rede está no país desde 2004.
O sistema Burger King opera mais de 11 mil restaurantes em 65 países e territórios no mundo todo; desse total, 90% são de propriedade de franqueados independentes.

0 comentários:

:)) ;)) ;;) :D ;) :p :(( :) :( :X =(( :-o :-/ :-* :| 8-} :)] ~x( :-t b-( :-L x( =))

Postar um comentário