O Diário de uma presilha: Dona Miau

2º capítulo da trama: "O diário de uma presilha"

Logo fui parar na bolsa da mulher feia que dói. Demorou uns 10 minutos para chegar na casa dela (ela demorou 5 minutos para chegar no escritório porque ela deve ter ido voando). Na verdade não era uma casa. Era um apartamento lindinho demais. Mas as fotos dela estragavam tudo. Se você quer saber como a mulher era, era a mistura de frankstein + geladeira + uma azeitona bichada + másacara de ser humana de 10000 anos atrás. Acho que ela me pegou tão rápido que nem se lembrou de mim, fiquei na bolsa. Para descobrir mais entrei no pc dela. Descobri muita coisa, pelo jeito ela tinha 39 anos, solteira, tinha 8 gatos... quando eu li isso. Parei e vi uma patinha entrando dentro da bolsa. Era um gato, filhote, começou a me morder. Eu não sinto muito bem, mas começou a me danificar um pouco. Por isso que ás vezes (muitas vezes) eu erro nas palavras. Meu dicionário foi danificado. Tinha que me livrar dessa. Entrei no youtube e pus um video na altura máxima de uma mulher gritando. Ele saiu correndo. Dona Miau (nome que eu dei para ela) ficou brava com ele e ele ficou de castigo. Ela me pegou e jogou na mesa de jantar. Você pode se perguntar: Não eram 8 gatos? Bem, esse era o problema. O Gato 1 foi embora, faltavam 7. Eu escrevi um e-mail para ela dizendo que gatos em casa pode trazer Gatoença (Gato+doença) e pus umas fotos de pessoas com Elefantíase. Ela gritou, saltou e pos os bichanos para fora. Salvada pelo gongo, ou melhor pela internet e pelo youtube. E olha que foi apenas minha primeira "Dona".

Continua no próximo capítulo

0 comentários:

:)) ;)) ;;) :D ;) :p :(( :) :( :X =(( :-o :-/ :-* :| 8-} :)] ~x( :-t b-( :-L x( =))

Postar um comentário